08/01/2014

Verdadeiro Amor

Há dois anos eu esperava por nada, sem saber que esperava pelo amor. Ele veio até mim de graça, enquanto eu achava que tudo seria o mesmo nada de sempre.

Mal eu sabia que havia plantado uma semente quase dois anos antes. Plantei essa semente com indiferença, com certo ar esnobe porque, simplesmente, me sentia erroneamente o máximo naquele momento…

Eu realmente não sei como fiz isso, como conquistei, cativei e consegui. Sei que ele veio até mim. O amor chegou e eu me deixei levar…

Sei que muitas vezes não sou melhor do que poderia ser. Sei que piso na bola. Mas eu sei o que eu realmente sinto. E o que sinto, indiscutivelmente, é amor verdadeiro.






Um comentário:

Fernanda Samuel disse...

Que lindo e verdadeiro. Nesse mundo infelizmente o mal vence sempre, todavia, é o amor que ameniza a alma dos medos que tanto nos cerca. A pessoa de fato só consegue ter motivo para continuar em frente quando encontra seu amor ... independente por quem (namorado(a), filho, amigo), e falo de um amor paupavel, de um amor que você dá e simplesmente sente o retorno... VIVA O AMOR! VIVA AS PESSOAS Q ENCONTRARAM O SEU AMOR =)

Fernanda Samuel