13/03/2011

Sobra falta de consideração

Acho impressionante as atitudes de algumas pessoas que não enxergam nada além do prórpio umbigo, não olham pros lados, não se importam. Falta de tempo, novos amores ou paqueras, nada disso pode servir de desculpa para não procurar saber como está a pessoa que se diz considerar.

A gente se expõe de um modo explícito, as nossas dores, cansaço, tudo aquilo que incomoda. Falta dizer "Hey, tô me sentindo mal, tô de luto, alguém pode ter a consideração de perguntar o que tá acontecendo?".

Às vezes não chamo algumas pessoas no msn pois respeito status, ausente ou ocupado. Isso quando não sou bloqueada. Mas ainda assim é mais digno ser bloqueado do que ter uma mensagem de socorro e exposição lá e esse cidadão(ã) que está ocupado ou ausente não te dar a mínima importância.

Recentemente excluí contas de orkut, twitter e facebook. Imaginei que algumas pessoas sentiriam minha falta, procurariam saber através de um torpedo, pois essas têm meu celular, ou mesmo através de um e-mail. Mas não. O tamanho egoísmo com seus próprios dilemas e problemas, encantamentos, paixões e coisas afins se tornam mais importantes do que a simples ausência de uma pessoa.

Claro que alguns se importam e procuram saber. Ligam, enviam e-mail, chamam a gente no msn... Mas tem outros que eu esperava um pouco mais. É notório que não ando muito bem, tive perdas nesse tempo e a depressão tomou conta. Logicamente, não tenho sido a pessoa mais agradável pra conversar e entendo algumas fugas. Mas sou um ser humano.

O que mais me intriga é que somente aqueles que se preocupam comigo lerão esse texto. Pois esses outros sem consideração sequer se importam com o meu blog e meus desabafos.

6 comentários:

Paula Oliveira disse...

Cara Carolina,
Talvez eu esteja me repetindo, mas lá vai mesmo assim... Eu me vejo nas suas postagens, e isso é bem frequente! Cada vez que te leio tenho a sensação de estar sendo descrita nos seus textos...
Enfim, isso pra dizer que eu também percebo e fico muito chateada com isso de as pessoas não notarem nossa ausência/presença, se estamos bem ou se estamos mal.
Mas procuro entender que hoje as pessoas vivem num ritmo louco constantemente, sempre na correria, sempre tá faltando tempo pra todo mundo (embora isso não justifique a falta de consideração, afinal escrever ao menos um email pra dar um oi não custa nem três minutos).
Contatos, tem-se aos montes... e contatos são só contatos, números. Por isso fica difícil notar quando um excluiu a conta... Amigos é que são mais raros, são os que mesmo que estejamos desconectados, sempre lembram da gente. Eu também tive contatos que acreditava serem amigos, mas aprendi que não eram. Triste, fica um vazio, mas a vida segue e as verdadeiras amizades é que ficam, mesmo que sejam poucas, ou distantes, mesmo que só apareçam de vez em quando, o que importa é que sejam verdadeiras.
Abraço!

Mιchєlιηє Mσηtєs disse...

Infelizmente, muitas pessoas são EGOÍSTAS - EGOCÊNTRICAS - FRIAS.
Entendo perfeitamente td o que vc está sentindo, pq além de conviver com vc, sei a grande pessoa que vc é. Conheço o grande coração que vc tem !
Faça como eu..
EXCLUA, DELETE=> essas pessoas que ñ te acrescentam nada.
Há um ditado que fala: Elimine o que te faz mal.
Faça isso.
Com certeza existem muitas pessoas que merecem seu respeito e sua consideração, essas sim guarde no seu coração.
Beijos de sua irmã que te ama muito...

Solange Lima disse...

Cá estou, como leitora que sou do seu blog, posso demorar mas sempre passo por aqui, a correria é fato constatado mesmo em minha vida, tanto que até em meu blog não tenho mais postado diariamente como gosto de fazer. Porém, ouvi seu grito de socorro ao ler seu nick, e estou lendo esse agora. Disse tudo o que achei que deveria dizer e no mais escolhi ficar de longe esperando um novo sinal para não invadir de mais sua dor pois há quem prefira sofrer suas dores sozinhos.
Entendo seu desabafo e compreendo suas reais necessidades, mas como já lhe disseram aqui, não espere nada de ninguém, viva sua vida olhando para frente e o que vier é lucro. Se vier melhor, se não vier é um sofrimento a menos já que não esperava mesmo. É assim que é, infelizmente. Ainda bem que pode ver que há quem se importe com você, é necessário que você seja a primeira a se importar.
Beijos e muita torcida por sua rápida e necessária recuperação.

Sentimentos disse...

concordo plenamente consigo num ponto as pessoas sao egoistas,e que um ser humano para ser verdadeiramente feliz precisa do outro ser humano, porque o ser humano e um ser social, mas eu acho tambem que nao podemos exigir demais as pessoas, exigir que elas tenham tempo para nos,temos que as vezes dar sempre o primeiro passo ou seja ser um exemplo bom e vivi para as pessoas, minha opiniao pessoal.... eu tambem estou a passar por uma situacao dessas...muita forca, tenho a maxima certeza que vais ser uma pessoa mais madura e sabia.Benigno Moises

Sentimentos disse...

concordo plenamente consigo num ponto as pessoas sao egoistas,e que um ser humano para ser verdadeiramente feliz precisa do outro ser humano, porque o ser humano e um ser social, mas eu acho tambem que nao podemos exigir demais as pessoas, exigir que elas tenham tempo para nos,temos que as vezes dar sempre o primeiro passo ou seja ser um exemplo bom e vivi para as pessoas, minha opiniao pessoal.... eu tambem estou a passar por uma situacao dessas...muita forca, tenho a maxima certeza que vais ser uma pessoa mais madura e sabia.Benigno Moises

Sentimentos disse...

concordo plenamente consigo em uma parte, que as pessoas tornaram se egoistas e que nao tem nenhuma consideracao pelos demais,isso porque o ser humano e um ser social e que precisa do outro para poder ser feliz, por ser um ser social, eu mesmo estou passando por isso, mas vale sempre lembrar que e muito importante que uma vez que isso acontece em nossa vida, temos que sempre ser um bom e vivo exemplo de uma uma boa consideracao para com os outros, que e para os outros aprenderem, as vezes as pessoas os actos das pessoas sao involuntarios entao temos que ser nos a ensinar, uma vez que identificamos o erro, e da nossa responsabilidade ajudar o outro, para que nao sejamos tambem culpados...muita forca, a si e aos restantes leitores,Benigno Moises